Blog Flow Expert

Como Realizar a Manutenção Preventiva de Sua Bomba Pneumática

10 de outubro de 2018 / FlowExpert

As bombas pneumáticas são utilizadas em diversos segmentos por conta de sua alta versatilidade. Elas são bastante indicadas principalmente para aplicações de fluidos de difícil bombeamento. Neste artigo, você vai conferir mais detalhes sobre a manutenção preventiva da sua bomba pneumática. Vamos lá?

A importância da manutenção preventiva da sua bomba pneumática

Uma manutenção preventiva, como o próprio nome já diz, é responsável por prever possíveis falhas. Ela é a forma mais indicada de evitar prejuízos aos processos de produção, seja por quebra da bomba ou por problemas com alguma peça ou peculiaridade do equipamento.

Realizando esse tipo de manutenção, o operador consegue cumprir seu trabalho com mais confiança e segurança. Isso porque é possível prevenir reparos e já realizar melhorias detectadas, como a troca de peças, por exemplo.

Assim, é possível aumentar a vida útil de uma bomba pneumática, evitar gastos desnecessários e falhas de processo.

Como é feita uma manutenção preventiva?

Para a realização da manutenção preventiva da sua bomba pneumática é necessário contar com um profissional capacitado para tal.

Primeiramente, antes de iniciar a manutenção, é necessário desligar a instalação e controlar se o equipamento está despressurizado e desconectado da tensão elétrica. Caso seja uma bomba que opera em altas temperaturas, desligue-a e a deixe arrefecer. Isso é essencial não somente para preservar o equipamento, como para garantir a proteção do operador.

Faça uma análise dos componentes da bomba pneumática. Com estas avaliações periódicas, é possível estimar a vida útil do diafragma da mesma.

Caso perceba algum problema durante as manutenções, troque imediatamente os componentes desgastados. Por exemplo, se apenas um diafragma está apresentando chegar ao fim de sua vida útil, não troque apenas ele. Realize a substituição de ambos os diafragmas. Isso faz com que a bomba dure por mais tempo, além de evitar outra parada do equipamento, fato que influenciará diretamente na capacidade produtiva.

O mesmo vale para os acentos, esferas, anéis de vedação do sistema de distribuição do ar, etc.

Faça a desmontagem e renovação das peças conforme o tipo e duração da aplicação. Por isso, leve em conta o regime de trabalho da bomba e quais fluídos são operados nela. Uma bomba que não seja adequada para determinado produto pode quebrar ou, então, o fluido pode ser totalmente perdido por conta de vazamento ou danificação por cisalhamento excessivo (sendo este último caso mais raro).

Em uma manutenção preventiva, lembre-se também de averiguar a limpeza da bomba. Caso necessário, realize o processo utilizando um fluido neutro.

Com o tempo e experiência, a manutenção preventiva da sua bomba pneumática se tornará mais assertiva e será possível melhorar ainda mais os processos para o sucessos da operação.

Conte com a ajuda da Tetralon, fornecedora de bombas e peças, e continue acompanhando o blog para saber mais sobre manutenções.



Escreva um comentário

O seu e-mail nunca vai ser publicado. Campos obrigatórios *

*
*

Marcas