Blog Flow Expert

Tratamento de Sementes: Bombas Peristálticas Talvez Não Sejam a Melhor Escolha na Transferência de Fluídos Caros

28 de Abril de 2017 / FlowExpert

Alto índice de troca de mangotes, paradas, vazamentos durante o rompimento e pulsação na dosagem podem comprometer o seu lucro e os rendimentos no tratamento de sementes.

 

Peristálticas são uma bomba na transferência de fluídos caros

Utilizados no tratamento de sementes, os diferentes tipos de fluidos químicos podem custar mais de mil reais o litro.

Utilizados no tratamento de sementes, os diferentes tipos de fluidos químicos podem custar mais de mil reais o litro. Número que pode ser multiplicado quando pensando em uma linha de produção que bombeia diariamente grandes volumes desses componentes.

A aplicação de uma bomba inadequada à função compromete os rendimentos da indústria já que, além de não recuperar produto, exige uma manutenção mais frequente.

As bombas peristálticas, comumente empregadas nesta etapa, exigem uma revisão trimestral, principalmente pelo rompimento do mangote. A peça, além de custosa, dissipa até quatro litros no rompimento, com um prejuízo proporcional ou maior à mil reais por litro.

São doze diferentes tipos de produtos a serem bombeados dos bins até o panelão.

São doze diferentes tipos de produtos a serem bombeados dos bins até o panelão. Entre os quais: Derosal, Maxim, Disco polímero, Poncho, Cruiser, Bomba Reserva e Demarcor, sendo que todos valem mil reais o litro. Na torre de tratamento, após receber as matérias-primas, o processo exige uma alta precisão na dosagem e a contenção do desperdício que só a Mouvex oferece.

A Tetralon tem trabalhado recorrentemente com casos de redução de desperdício de fluidos nos mais variados segmentos industriais,  constatando ótimo desempenho das bombas de disco excêntrico neste sentido. 

As bombas Mouvex  de disco excêntrico não vazam, não possuem selo mecânico ou gaxeta e, se operadas corretamente, demandam uma manutenção a cada cinco anos. O longo intervalo associado à recuperação dos resíduos resulta no payback a curto prazo em aplicações com fluidos de alto valor.

 

 



Escreva um comentário

O seu e-mail nunca vai ser publicado. Campos obrigatórios *

*
*

Marcas